Tribunal do Júri em Guaíra condena homem por dois homicídios duplamente qualificados, furto e corrupção de menor cometidos em 2016

Um homem apontado como autor de dois homicídios duplamente qualificados, furto e corrupção de menor, cometidos em julho de 2016, foi condenado pelo Tribunal do Júri de Guaíra, no Oeste paranaense, a 41 anos, 2 meses e 12 dias de prisão. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Paraná, o homem desferiu diversos golpes de faca contra um casal de idosos, contando com a ajuda da bisneta das vítimas para efetuar o crime.

Segundo as investigações, a bisneta (com 14 anos na época) planejou a morte dos bisavós e entrou em contato com o homem, que seguiu até a residência das vítimas. A adolescente pegou então duas facas, e ambos seguiram até o quarto das vítimas, que estavam dormindo. Eles desferiram diversos golpes contra o casal, que não tiveram como reagir. Após o crime, o homem ainda furtou objetos da casa, como bebidas, eletrônicos e dinheiro.

As teses sustentadas em plenário pelo MPPR foram integralmente aceitas pelo Tribunal, que reconheceu as qualificadoras de meio cruel (pelo número de facadas) e recurso que dificultou a defesa das vítimas (por estarem dormindo), além do furto dos objetos e corrupção de menor. A adolescente está internada em um Centro de Socioeducação desde a época dos fatos.

(Fonte: MPPR)

Redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.