Técnica de enfermagem morta por Covid-19 em Cascavel deixa bebê de 15 dias

Carla morreu de Covid-19 aos 30 anos (Foto: Reprodução)

O novo coronavírus (Covid-19) fez, na noite deste sábado (20), a primeira vítima entre profissionais de saúde em Cascavel.

A jovem técnica de enfermagem Carla Priscila Chaikoski perdeu a luta para o vírus aos 30 anos.

Ela deixou um bebê de apenas 15 dias.

Carla atuava no Hospital São Lucas desde 2018. A instituição de saúde divulgou nota após o falecimento.

“É com muito pesar que o Hospital São Lucas comunica o óbito de Carla Priscila Chaikoski, técnica de enfermagem da UTI Geral. Carla tinha 30 anos e trabalhava na instituição desde 2018. Ela estava afastada de suas funções por estar gestante. Há 15 dias ela deu à luz a um menino. Carla faleceu na noite de sábado (20) com teste positivo para Covid-19. Aos familiares e amigos as nossas condolências”, diz a nota.

As autoridades sanitárias reforçam o pedido para que a população respeite o distanciamento social como forma preventiva de evitar a disseminação rápida do vírus e evitar um colapso no sistema de saúde.

Neste sábado (20), quando o comércio de Cascavel fechou suas portas, o índice de isolamento social medido pelo aplicativo Vigia foi de 53,6%, o que representa um aumento de 35% quando comparados aos dois últimos fins de semana. A média de isolamento no estado do Paraná foi de 39,9%. A recomendação é para que as famílias reforcem o isolamento e permaneçam em casa neste domingo (21).

Na noite de ontem, todos os leitos de UTI para Covid-19 estavam lotados, tanto no Hospital de Retaguarda quanto no Hospital Universitário.

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.