Technovação chega ao fim com mais de 22 mil participantes

“Nós precisamos nos lembrar de nossas experiências vitoriosas e lutar com ‘armas’ que temos, diante dos ‘gigantes’ que aparecem, diariamente em nossas vidas, nos desafiando”. Com essas palavras o presidente da Fundetec, Alcione Tadeu Gomes, encerrou esta noite (4) a segunda edição da Technovação no Centro de Convenções e Eventos, motivando e homenageando os jovens que participaram dos desafios realizados durante a feira, aberta na noite de quinta-feira (2), utilizando a história do pequeno rei Davi, que derrotou o gigante Golias na batalha travada entre filisteus e israelitas.

Depois de 40 horas ininterruptas de atrações e 200 horas de palestras e oficinas em oito diferentes ambientes, o evento foi encerrado quebrando todos os recordes em relação ao primeiro realizado em maio de 2018, premiando os melhores trabalhos e as melhores equipes que participaram do Arena Games, do Startup Battle, do Hackathon e a empresa inovadora 2019.

“Uma edição que muito nos orgulhou, com resultados que iremos colher ao longo do ano. Superamos todas as expectativas de público, em matéria de volume de visitantes e de pessoas participando das atividades, expositores e conteúdo gerado”, comemorou Alcione.

Voltada a todos os públicos interessados em tecnologia e inovação, a feira proporcionou ambiente dinâmico, interativo e simultâneo para a troca de experiências, atraindo mais de 22 mil pessoas. Foi registrado nas atividades mais de 7,6 mil participantes acima de 13 anos de idade, fora crianças, adolescentes, empresários e demais participantes de todas as idades, desde cientistas, desenvolvedores, educadores, empreendedores, empresários, estudantes, inventores e comunidade em geral de cinco estados e 105 municípios do Brasil. Ao todo, a Feira de Inovação de Cascavel, organizada pela Fundetec, atraiu 70 expositores e entidades expondo e participando do evento, desde o ramo de hortas até automação.

Premiação

Ao todo, a batalha de startups atraiu 42 pessoas; outras 30 disputaram os melhores lugares na maratona de games; 140 equipes participaram do campeonato de robótica e sete equipes mergulharam no desafio do Hackathon, com 36 horas para apresentar a melhor solução ao problema apresentado, atendendo aos critérios apresentados, desde impacto, qualidade, viabilidade, inovação e aplicabilidade, entre outros, passando no fim da tarde de hoje (4), das 16 horas às 18 horas, pela banca de jurados.

(SECOM)

Redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.