Prefeitura afasta professora que amarrou criança em creche

A Secretaria Municipal de Educação de Cascavel informou na noite desta segunda-feira (8) ter afastado uma educadora do Cmei Professora Grancinda Rocha, no Bairro Interlagos, que teria amarrado uma criança portadora de necessidades especiais “por dar trabalho”.

O caso foi revelado no fim da tarde quando uma equipe do Portal CGN foi chamado até a creche pela mãe da criança de 11 anos que estava desesperada.

“Meu filho tem dois anos e 11 meses. Ele tem várias necessidades especiais, até que ele frequenta a Apae no período da tarde e hoje simplesmente recebi uma denúncia de outra ‘profe’, que entrou na sala do meu filho e ele estava amarrado pelas perninhas em uma cadeira, porquê, segundo eles, o meu filho dá trabalho!? E ela estava dando aula normalmente ignorando o choro do meu filho, ele chorando desesperado, pedindo socorro e eu não estava aqui para socorrê-lo para tirar meu filho das mãos desta professora. Isso dói”, relatou a mãe aos prantos à CGN.

A comunidade escolar resolveu convocar uma reunião emergencial e exigiu providências ao caso.

Duas coordenadoras pedagógicas e o gerente de gestão da Semed, Dejair Márcio de Oliveira, foram até o Cmei verificar a situação e ouvir o relato dos pais, bem como dos funcionários da instituição de ensino infantil.

Preventivamente, a professora foi afastada da sala de aula, e permanecerá no Cmei, até que seja aberto procedimento administrativo para averiguar as denúncias.

A criança, os pais e os demais alunos receberão acompanhamento com psicóloga e uma equipe pedagógica da Semed.

Veja o relato da mãe na matéria publicada pela CGN clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.