Prefeito anuncia acordo que impede greve no transporte coletivo de Cascavel

Com isso, todas as linhas funcionarão normalmente nesta terça-feira (19)
Anúncio do acordo foi feito no fim da tarde pelo prefeito Leonaldo Paranhos (Foto: Rosane Richetti/Divulgação/Secom)

Após longa reunião com representantes das empresas que operam o serviço do transporte coletivo urbano em Cascavel nesta tarde (18), o prefeito Leonaldo Paranhos anunciou, no início da noite de hoje, em coletiva à imprensa, que um acordo entre patrões e empregados finalmente colocou fim ao impasse que se arrastava há semanas e que levou os trabalhadores a ameaçar a paralisar o serviço a partir desta terça-feira (19), prazo definido pela categoria na reunião mediada pelo prefeito, quinta-feira (14) na Prefeitura, numa tentativa de avançar na negociação.

“Não haverá paralisação. As empresas aceitaram aumentar o valor da cesta básica para R$ 300,00, elevando dos atuais R$ 236,00, enquanto que os trabalhadores cederam no pedido inicial, que era de R$ 350,00. Cumprimos rigorosamente nossa missão de intermediar esta negociação, em favor da população que precisa do transporte para trabalhar e não poderia arcar com este ônus da greve”, avaliou Paranhos.

Em relação ao valor da tarifa, o prefeito disse que esse ainda não foi definido, uma vez que cogita-se a possibilidade do governo voltar a subsidiar os municípios com R$ 0,15 no custo do óleo diesel, o que poderá reduzir o impacto também para Cascavel. “Preciso aguardar esta decisão estadual. Na quinta-feira [21] estarei em Curitiba, e na sexta-feira [22] vamos voltar a sentar com as empresas para discutir os valores da tarifa aqui. O que queremos é desonerar o máximo possível o valor para os usuários do sistema”, detalhou Paranhos.

(Secom)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.