Por unanimidade, Comissão de Ética aprova pedido de cassação de Damasceno Junior

Homem que se diz capelão e empresário tumultuou a sessão (Foto: Luiz Carlos da Cruz/BOANOITE

Os cinco vereadores que compõem a Comissão de Ética do Legislativo de Cascavel decidiram, por unanimidade, pedir a cassação do parlamentar por quebra de decoro vereador Damasceno Junior (PSDC)

A leitura do relatório que investigou o parlamentar foi feita na manhã desta quinta-feira (21) no plenário da Câmara de Vereadores de Cascavel.

Damasceno é investigado por suspostamete exigir devolução de parte dos salários de duas assessoras. O caso também é investigado pelo Ministério Público.

A partir de agora, dentro de um prazo regimental de duas semanas, o vereador presidente do Legislativo, Alécio Espínola deve convocar uma sessão extraordinária para o plenário definir o futuro político do vereador.

Polícia Militar foi acionada após a confusão causada por manifestante (Foto: Luiz Carlos da Cruz/BOANOITE!)

Para que seja cassado definitivamente, é necessário qu 14 dos 21 vereadores aprovem o relatório final apresentado pelo realtor Misael Junior (PSC)

Damasceno Junior não acompanhou a leitura que foi tumultuada por um homem que disse ser capelão e eleitor. Ele protestou contra a investigação e disse que o processo foi uma “execução sumária”.

A sessão precisou ser interrompida para que ele fosse retirado do plenário e a Polícia Militar foi acionada para acalmar os ânimos.

 

Redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.