Polícia Civil prende falsa médica em Coronel Vivida, no Paraná

De acordo com a investigação, a mulher estaria atuando nas unidades de Saúde do município há aproximadamente quatro meses

 

A Polícia Civil do Paraná prendeu nesta quinta-feira (13) uma mulher, de 40 anos, por se passar por médica no município de Coronel Vivida, no Sudoeste do Estado. A suspeita já teria atendido cerca de 1,4 mil pacientes.

De acordo com a investigação, a mulher estaria atuando nas unidades de Saúde do município há aproximadamente quatro meses. Para exercer a falsa função, ela utilizava documento do Conselho Regional de Medicina (CRM) de uma médica com nome parecido ao dela.

A mulher, que é técnica em química, decidiu se passar por médica após conhecer o cotidiano, em outras clínicas médicas, onde atuava como recepcionista. A investigação ainda mostra que ela teria tentado aplicar o mesmo golpe no município de São João do Ivaí, no Vale do Ivaí, mas sem êxito.

Ela poderá responder pelos crimes de exercício ilegal da medicina e estelionato.

(AEN)

Da redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.