PM reforça policiamento para a partida entre Athletico e Boca Junior

A Polícia Militar do Paraná reforçará o policiamento para a partida entre Athletico e Boca Juniors nesta terça-feira (02), em Curitiba, pela Libertadores da América. Os bloqueios das vias no entorno da Arena da Baixada iniciam-se às 18h30 e terminam após a dispersão dos torcedores. Moradores terão acesso normal com seus veículos. Os torcedores também passarão por identificação biométrica na entrada do estádio. O policiamento geral, que também contempla outras regiões da cidade, inicia-se às 18 horas.

O policiamento será coordenado pelo 13º Batalhão de Polícia Militar, do 1º Comando Regional da PM, com apoio de outros batalhões da capital, além do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e do Regimento de Polícia Montada. O esquema de segurança foca nos eixos com maior circulação de pessoas e nas proximidades dos terminais de ônibus.

Segundo o coordenador do policiamento para a partida, major Sthefano Roberto Janata, está confirmado a presença de pelo menos 600 torcedores do Boca Juniors para o jogo, mas como é feriado na Argentina, é possível que essas pessoas venham mais cedo para Curitiba. “Nossa maior atenção é o entorno do estádio, por isso já de manhã e de tarde as viaturas da Polícia Militar fizeram o policiamento preventivo e a partir das 18h30 será feito o bloqueio das vias para veículos”, diz o major.

Também será feito o acompanhamento das delegações: o Athletico sairá do Centro de Treinamento e o Boca Juniors de um hotel no centro da cidade. “Desde a semana passada estamos fazendo reuniões e também acompanhando as movimentações nas redes sociais para termos um panorama do que pode acontecer”, complementou Janata.

ÔNIBUS – Segundo o major, a dica para quem vai ao estádio com crianças é chegar cedo e sair assim que o jogo terminar. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal farão abordagens a ônibus com torcedores que estão chegando pela BR 277. Os que estão vindo a Curitiba de carro ou avião vão para o estádio por meios próprios, direto, sem escoltas. Os torcedores do Athletico não terão escolta, pois não foi solicitado. A PM fará o policiamento necessário.

BIOMETRIA – Todos os torcedores que chegarem à Arena passarão pela biometria, projeto oriundo de um convênio entre Polícia Militar, Athletico e Tribunal de Justiça. O objetivo é identificar na entrada do estádio pessoas que estejam com mandados de prisão em aberto ou com restrição (ordem de distanciamento do estádio).

O serviço de biometria começa duas horas antes do jogo, com a abertura dos portões. Neste momento, as pessoas que compraram o ingresso, começam a passar pelas catracas e os que tiverem restrição ou mandados em aberto começam a ser identificados automaticamente.

Os dados e a biometria são coletados no momento da compra do ingresso. A partir disso, as informações vão para o Setor de Identificação, o qual faz um comparativo e aponta a condição do cidadão e devolve ao clube. Mais tarde, quando ele passar na catraca, será identificado.
Confira pontos de bloqueio de ruas no entorno da Arena da Baixada:
Engenheiro Rebouças com Rua Brigadeiro Franco
Brasílio Itiberê com Rua Brigadeiro Franco
Almirante Gonçalves com Doutor Pedro Augusto Mena Barreto Monclaro
Me. Maria dos Anjos com Baltazar Carrasco dos Reis
Coronel Dulcídio com Rua Baltazar Carrasco dos Reis
Brasílio Itiberê com Rua Alferes Ângelo Sampaio
Petit Carneiro com Rua Alferes Ângelo Sampaio
Coronel Dulcídio com Avenida Getúlio Vargas
Buenos Aires com Avenida Getúlio Vargas

(AENotícias)

Da redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.