Para homenagear Rodrigo Maia, Bolsonaro visita o Chile

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, concede entrevista coletiva ao desembarcar em Santiago, Chile (José Dias/PR)

O presidente da República Jair Bolsonaro está, desde ontem (21), em Santiago, capital do Chile. Questionado na manhã de hoje (22) sobre a importância do contato com presidentes de outros países da América Latina, Bolsonaro revelou o real motivo da viagem.

“Meu sonho era conhecer a cidade onde nasceu o grande Rodrigo Maia. Foi em homenagem a ele a que eu passei meu aniversário aqui. Poderia estar com a Michelle, com a Laurinha e os garotos, mas estou aqui, visitando a terra natal do Maia”, afirmou.

O clima entre Bolsonaro e Maia azedou nos últimos dias e piorou ontem, após a prisão de Moreira Franco, sogro do presidente da Câmara dos Deputados. Em uma postagem no Twitter, Carlos Bolsonaro, filho do presidente da República, ironizou o chefe do Poder Legislativo. “Por que o presidente da Câmara anda tão nervoso?” questionou.

O presidente Bolsonaro ressaltou que o “namoro” entre ele e Maia segue firme e mais uma vez usou seu humor para declarar que continuam unidos. “O Rodrigo [Maia] nasceu no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, então nem o Carlinhos, nem o Moro, nem ninguém vai por fim a esse namoro, taokey”, disse o presidente.

Maia nasceu no dia 12 de junho de 1970 em Santiago, na época em que seu pai, o ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, estava no exílio.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.