Justiça manda soltar mãe de adolescente que morreu durante incêndio, em Guarapuava

 A Justiça mandou soltar a mãe do adolescente que morreu após um incêndio em uma edícula de uma casa na madrugada desta sexta-feira (2), em Guarapuava, na região central do Paraná.

Corpo do adolescente foi encontrado parcialmente carbonizado no banheiro da edícula — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

De acordo com a Polícia Militar (PM), o menino, de 13 anos, estava sozinho em casa durante a madrugada porque a mãe dele, de 45 anos, tinha saído para beber. A mulher havia sido presa.

Conforme a polícia, a mulher foi solta por causa de um alvará de liberdade provisória, sem fiança, que foi concedido na tarde desta sexta pela 3ª Vara Criminal.

A mãe do adolescente deixou a Delegacia da Mulher por volta das por volta das 18h, segundo a polícia. Apesar de ter sido liberada da prisão, ela vai responder pelo crime de abandono de incapaz agravado, com pena prevista de até 12 anos de prisão.

Segundo a PM, o corpo do menino foi encontrado no banheiro parcialmente carbonizado. A Polícia Civil investiga o caso.

O incêndio aconteceu por volta das 2h da manhã no bairro Industrial. O Corpo de Bombeiros informou que a casa onde o adolescente morava havia sido queimada na quinta-feira (1º) e, por este motivo, a família estava alojada na edícula. Os bombeiros suspeitam que o incêndio tenha começado na parte elétrica da edícula. O local ficou completamente destruído.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.