Este sim, é o principal para que seu cachorro sequer fuja! Oferecer uma rotina de passeios diários, ensinando seu cão a relaxar e entender os limites das mais variadas situações, desenvolver uma comunicação eficaz entre vocês dois vai garantir muito mais segurança, aliada, claro, aos itens citados acima!

No mais, é deixar permanentemente a coleira no pescoço do cão. Se você acha que vai incomoda-lo, é só escolher um modelo macio e confortável.

Ainda sobre a segurança, não se esqueça!

E lembre-se: coleira no pescoço do cão é única e exclusivamente para pendurar a plaquinha ou deixar o telefone bordado!

A guia deve ser engatada em outro local, e nunca na coleira que detém o telefone! Isso porque, se o cão por algum motivo escapar, ele levará junto seu telefone, o que é o mais importante!

Foto: Guia Pet Friendly Curitiba

(Banda B)