Editorial: A irresponsabilidade humana

O que está acontecendo com o ser humano dentro de um contexto geral que há tempos vem negligenciando com a saúde dos filhos? Na semana passada o BOANOITE! já levantava a falta de cuidado dos cascavelenses que deixaram de participar da campanha contra a gripe, em sua primeira fase.

Ontem tivemos a confirmação da primeira morte por H1N1, a Influenza A.
Mas não é só isso, em termos mundiais o movimento anti-vacina tem deixado crianças a mercê da própria sorte.

Entre 2010 e 2017, 169 milhões de crianças em todo o mundo (média de 21 milhões anuais) não receberam a primeira dose da vacina contra o sarampo, alertou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Para a entidade, o aumento no número de crianças não vacinadas abriu caminho para os surtos de sarampo que atualmente atingem vários países, inclusive o Brasil.

Dados do Unicef indicam que, nos primeiros três meses de 2019, mais de 110 mil casos de sarampo foram relatados em todo o mundo, um aumento de 300% em relação ao mesmo período do ano passado.
É preciso rever nossas formas de agir, principalmente de contestar a ciência médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.