Damasceno Junior é cassado por unanimidade e perde o mandato de vereador

Vereador entra para a história como o primeiro parlamentar cassado por quebra de decoro parlamentar. Sessão extraordinária durou aproximadamente cinco horas
Damasceno Junior não participa da sessão (Foto: Luiz Carlos da Cruz)

Damasceno Junior não é mais vereador em Cascavel. Ele foi cassado por unanimidade   em sessão extraordinária iniciada na manhã desta quinta-feira (28) e que só encerrou no meio da tarde.

Damasceno entra para a história como o primeiro vereador de Cascavel a perder o mandatgo por quebra de decoro parlamentar. O vereador é acusado de exigir a devolução de parte dos salários de duas assessoras. Com a decisão, Damasceno deixará o cargo que deverá ser ocupado pela suplente Nadir Lovera.

A sessão histórica teve início por volta das 9h50 e, após a leitura do relatório da Comissão de Ética que pediu, por unanimidade, a cassação do parlamentar, o advogado Armando de Souza fez a sustentação oral em defesa do vereador. Ele disse que houve uma espécie de caça às bruxas, falou em julgamento sumário e afirmou que não foi obedecido o prazo legal de 90 dias para que sessão para apreciar o relatório fosse marcada.

Damasceno não participou da sessão.

O vereador Misael Junior, relator da comissão, foi o primeiro a discursar e disse rebateu o advogado dizendo que os prazos foram cumpridos.

Já o vereador Rafael Brugnerotto sustentou que não há provas contra o vereador e disse que a assessora que devolveu dinheiro deveria ter sido presa em flagrante no momento do depoimento ao confessar um crime de peculato.

Já o presidente da Comissão de Ética, Olavo Santos, disse que hoje é um dia triste para Cascavel por um lado, mas por outro um dia que começa a ser escrita uma nova história da política de Cascavel.

Além deles, outros nove vereadores discursaram antes de votarem.

 

 

 

 

Redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.