Comissão de Ética recebe parecer​ final do caso Damasceno na quinta, dia 21

Comissão de Ética analisou parecer da Mesa Diretora e decidiu seguir o rito que possibilita a perda de mandato​ (Foto: Marcelino Duarte/Assessoria de Imprensa/CMC)

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Cascavel vai receber na próxima quinta-feira (21), o relatório final do caso que envolve o vereador Damasceno Júnior (DC). A comissão se reúne no plenário da Câmara, às 9h, quando será lido e votado o parecer do relator, vereador Misael Júnior (PSC).

O presidente da Comissão, vereador Olavo Santos (PHS) informou que houve consenso entre os membros da comissão, na reunião de hoje (18) à tarde, em relação ao parecer apresentado pela Mesa Diretora. A decisão da comissão, à luz do Regimento Interno da Câmara, é a de seguir pelo rito que trata de conduta infracional mais grave que a descrita na representação, que prevê a suspensão temporária de até 90 dias ou a perda de mandato.

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar é composta pelos vereadores Olavo Santos (presidente), Misael Junior (relator) e os membros Josué de Souza (PTC), Pedro Sampaio (PSDB) e Romulo Quintino (PSL).

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar apura a conduta do vereador Damasceno Júnior, acusado por sua ex-assessora, Elidnéia dos Santos Silva, de supostamente ter se apropriado de parte de seu salário enquanto atuou como funcionária da Câmara em 2018.

Conforme o Regimento Interno da Câmara, uma vez deliberado sobre o parecer do relator, a Comissão de Ética encaminha à Mesa Diretora da Casa o relatório final na integra e uma minuta de projeto de resolução. Uma vez protocolado os dois documentos, o presidente da Câmara tem o período de até três sessões ordinárias para realizar a convocação de uma sessão para que o plenário decida sobre o conteúdo do projeto de resolução.

Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.