BR-364: recuperação da ponte sobre rio Vermelho entra na etapa final

Rondonópolis – As obras de recuperação da ponte sobre o rio Vermelho, localizada na BR-364, em Rondonópolis, seguem na etapa de recuperação da superestrutura, que compreende a recomposição das vigas, pendurais, blocos de apoio e tabuleiro (pista propriamente dita). Ao todo, mais de 50 pessoas trabalham embaixo da estrutura. Por isso, muitos motoristas que passam pela região podem não ver a movimentação das equipes, mas elas estão atuando. A obra está orçada em R$ 9,3 milhões custeados pelo dinheiro arrecadado pelo pedágio da BR-163.

Atualmente, a manutenção caminha para a reta final das obras e entrega da estrutura para uso pleno. O serviço realizado nas vigas, pendurais e nos blocos são fundamentais para sustentar o tabuleiro (pista). Ultrapassada essa etapa, a empresa contratada pela Rota do Oeste passará a atuar na construção da laje junto as barreiras rígidas (New Jersey). Por fim, será realizada a aplicação da capa asfáltica, sinalização e liberação da pista.

A Concessionária reforça a importância de os motoristas que trafegam pela região respeitarem a sinalização de trânsito e orientações repassadas pelas equipes que trabalham na obra. A empresa entende o transtorno, mas reforça que a obra é fundamental para o aumento da vida útil da ponte e segurança de todos que precisam percorrer pela rodovia.

A recuperação da ponte sobre o rio Vermelho demanda muita cautela e cuidado, visto que o tráfego na região, mesmo que em mão dupla, nunca deixou de ser intenso. A revitalização da estrutura, que foi construída há mais de 70 anos, é complexa e contempla desde a reestruturação dos tubulões e execução das estacas (que ficam submersos) até a superestrutura sendo as vigas e laje. Para realizar o trabalho na superestrutura, a Rota do Oeste implantou 4 plataformas para atacar todos os vãos em simultâneo para obter avanço na recuperação das vigas tirantes, pendurais, blocos de apoio e nas vigas longarinas.

A obra teve início em 2020, quando uma empresa especializada em infraestrutura trabalhou na recuperação dos tubulões, estrutura submersa que estava desgastada e precisava de um serviço importante para garantir a sustentação da ponte.

Na sequência em 2021 o tráfego ficou em pista simples no segmento da ponte sobre o rio vermelho no sentido norte, para seguir com o projeto de recuperação da ponte elaborado pela Rota do Oeste, as equipes iniciaram o reforço da fundação com a execução de 10 estacas por apoio, sendo no total 3 apoios, e posterior execução dos blocos de coroamento, recuperação dos pilares e execução da nova travessa.  Essa recuperação vai garantir mais segurança a todos que percorrem a região.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a ponte sobre o Rio Vermelho foi construída em 1953 em substituição a ponte de madeira que foi levada por uma enchente. Esta é uma das pontes mais antigas do trecho sob concessão da BR-163/364.

Assessoria

Redação

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.