Assessor de vereador pediu demissão um dia antes de ser detido com pedras preciosas

O vereador Misael Junior (PSC), informou ao BOANOITE! que um de seus assessores detido com joias preciosas avaliadas em R$ 14 milhões na tarde de ontem (16) em Foz do Iguaçu havia pedido demissão um dia antes.

“Estou emitindo uma nota [sobre o caso] pra dizer que na segunda-feira ele pediu exoneração. Terça não era mais assessor”, declarou o vereador.

Na nota divulgada pelo vereador, ele disse que Marcus Cesar Pereira da Silva procurou o gabinete na segunda-feira e alegou assuntos particulares para justificar um pedido de exoneração das funções.

O vereador informou, ainda, que não tem conhecimento sobre atividades pessoais de seus assessores, alheias às atribuições funcionais no mandato. Sobre o caso, em particular, Misael Júnior também comunica que tomou conhecimento do fato nesta terça-feira (17).

Ele reiterou que não tem quaisquer informações sobre o episódio, além das que se tornaram públicas nas últimas horas, e que mais esclarecimentos devem ser prestados pelo ex-assessor.

O ex-assessor foi detido com rubis ao tentar embarcar para Guarulhos, mas não apresentou nota das pedras preciosas e por isso foi detido. Após ser ouvido, ele foi liberado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.