AGO: Coopavel cresce 42% e confirma o seu melhor ano

O exercício de 2021 entra para a história como o melhor dos 51 anos da Coopavel. O faturamento chegou a R$ 4,94 bilhões, 42% maior que o de 2020, o recorde anterior. Mesmo com o anúncio do mais expressivo desempenho da cooperativa desde a fundação, a principal notícia da Assembleia Geral Ordinária realizada na terça-feira, 18, foi que a nova diretoria, eleita para o período de 2022 ao fim de 2025, será a última de um modelo de gestão iniciado em 1970 no qual os cargos executivos são ocupados por cooperados.

O presidente Dilvo Grolli lembrou que a Coopavel é o resultado do sonho dos fundadores e de todos que se doam ao projeto da cooperativa. “Mas é hora de trilhar um novo caminho para o futuro, que começa com uma ampla reforma estatutária. Toda transição é desafiadora e cria oportunidades que queremos compartilhar. Estamos elaborando um plano com clareza e transparência. Um plano estratégico inspirado no melhor da governança empresarial”, destacou Dilvo.

O presidente ressaltou que o tempo não para e é preciso saber o momento certo de decidir e agir. “Estamos preparando a Coopavel já há três anos, com bases bastante sólidas, para chegar ao fim de 2025 com faturamento de R$ 10 bilhões e iniciar então uma nova era na história da cooperativa”.

O professor Zaki Akel Sobrinho, da consultoria contratada para conduzir a Coopavel a esse novo momento de mudança, afirmou na assembleia que a transição será muito bem preparada e estruturada. A futura composição da diretoria terá um presidente executivo e quatro diretores (profissionais), um conselho fiscal e um conselho administrativo formado por cooperados.

Liquidez

Um dos números mais expressivos apresentados na AGO comprova os avanços que a Coopavel experimentou principalmente nos últimos quatro anos. No comparativo entre ativo e passivo circulante, o valor em 2021 chegou a R$ 500 milhões de liquidez. Todos os pontos colocados em apreciação dos sócios, durante a AGO, foram aprovados por unanimidade – prestação de contas do Conselho de Administração, destinação das sobras do exercício de 2021, plano de atividades para 2022, eleição e posse dos conselhos de Administração e Fiscal.

Homenagem

Alguns dos períodos mais importantes da história da Coopavel foram pontuados durante o evento. Dilvo falou da crise de 1986 que por pouco não levou a cooperativa à insolvência. “Para cada R$ 1 em patrimônio, tínhamos R$ 3 em dívidas”, lembrou ele, citando esforços e estratégias necessárias para, em cinco anos, recolocar a Coopavel nos trilhos. Entre a destituição da diretoria de então à posse dos novos diretores foram 18 meses. “Ninguém queria assumir uma situação daquelas, até que conseguimos criar um núcleo, com a liderança de Salazar Barreiros, Ibrahim Faiad e Dilvo Grolli, que seria aprovado pelos associados”.

De um cenário de salários e de pagamentos a funcionários e a sócios atrasados e de renegociação com fornecedores, a Coopavel saiu da crise mais forte e hoje está entre as 15 maiores do Brasil – atualmente, o País conta com mais de 1,2 mil cooperativas agropecuárias em atividade. Três diretores e 11 funcionários, que enfrentaram os dramas da metade da década de 1980, foram homenageados durante a AGO.

“Esse gesto simboliza a bravura, a coragem, o trabalho e a determinação de todos que contribuíram para que a nossa cooperativa pudesse se recompor e trilhar uma trajetória de sucesso”, agradeceu Dilvo Grolli. Emocionados, diretores, colaboradores e cooperados se pronunciaram e se disseram gratos a todos que ajudaram a Coopavel a superar o seu pior momento em 51 anos.

Números de 2021

Cooperados – 6.559

Funcionários – 7.329

Faturamento – R$ 4,94 bilhões

Investimentos – R$ 235,6 milhões

Lucro – R$ 158,1 milhões

Receitas e custos para 2022

Faturamento – R$ 6 bilhões

Objetivos para 2022:

Ampliações, melhorias e construções de novas filiais

Ampliações na produção de ovos férteis e na produção de leitores

Ampliações no abate do frigorífico de aves e do frigorífico de suínos

Ampliações e construções de novas indústrias de insumos e industrialização de grãos

Os homenageados

Ibrahim Faiad

Ênio Pereira da Silva

Dilvo Grolli

Eurípedes Mariano

Rogerio Rizzardi

Jurandir de Mattos

Rosani Furni

Melcy Parisotto

Moacir Kesller

Nilberto Vanzo

Sérgio Dalla Costa

José Oliveira

Enio Darci Jung

Ancelmo Rosa da Silva

Crédito: Assessoria

(Show Rural Coopavel)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.